sábado, 14 de março de 2009

Circo


Circo
Quase todo tipo de diversão pode ser chamado de circo, quase qualquer coisa pode ser um espetáculo para o respeitável público.
Se for ver este nosso dia a dia por aqui é também um espetáculo para olhos de quem está lendo o que escrevemos.
Tenho uma amiga que gosta de questionar e desconstruir enquanto escreve suas coisas lindas por aí.
Construir um espetáculo, armar uma lona , e juntar os atores, feras, e ilusões, é sempre muito trabalhoso, mas também tem a hora de se atear fogo ao circo .
Chutar o pau da barraca é também um dos espetáculos mais grotescos e populares, o povo gosta de ver desgraças.
Como já disse Rita Lee:
"Pegar fogo nunca foi atração de circo, mas de qualquer maneira pode ser um caloroso espetáculo."
A graça das desgraças é que elas acontecem com os outros, assim você pode se achar esperto por não estar na pele daquele coitado.
O mau gosto e a crueldade sempre foram os principais temperos para um show de sucesso em quase qualquer lugar do planeta, existe muito mais gente burra do que você possa imaginar, isso sai barato e dá para faturar uma bela grana.
Eu mesmo me empenhei em escrever um conto sobre o final dessa rotina, acho até que ficou bom, mas foi com gosto de circo em chamas, uma brincadeira que quase todo mundo já fez, inclusive Nero , e ainda dizem que o cara assistiu a tudo tocando lira.
Chato mesmo vai ser se não der para ficar de fora, se na hora da verdade estivermos no centro do picadeiro, mas eu vou reservar lugares em um camarote, assim vou assistir a desgraça alheia como qualquer um.
Será que realmente vale a pena pagar para ver este espetáculo?
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.




5 comentários:

Avassaladora disse...

Zisco, infelismente, e isso é uma constatação em toda a mídia, o grande espetáculo é justamente ver o circo pegar fogo!
Esse é o nosso Brasil!
Essa é a nossa realidade...

Beijos, amigo!

€ster disse...

Ao comentário feito em meu blog digo:

Seu desejo é singelo quase infantil, por essa razão tão extraordinário, tão grandioso,



bjs,

Maria disse...

DESENLACE

Toda solene noite possui um grande homem/
de traços marcantes/
hemisfério de incertezas/
num desenlace histórico e decisivo(...)
existência quadrada/
imprevisivel/
fechado.
Portaria do inverso/
interação dificultosa/
indiferente/
fantasiosa.
Cai sobre pedras e ervas daninhas/
Lamparinas baratas que iluminam minha história/
num ar seco de verão prematuro/
quadrada existência.
Fusão de si mesmo/
permanencia de incertezas/
polaridades.

Maria de Fátima Borges magalhães

Mari Amorim disse...

Nossa que lindo,adorei!
'Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante'.
beijos
MARI AMORIM

Cristiane Marino disse...

Por trás de seu texto para mim existe uma reflexão muito interessante, e gosto da pergunta que fecha seu texto "Será que realmente vale a pena pagar para ver este espetáculo?"
Não vale não, nem precisamos querer ver basta ligar a Tv, sair na calçada da rua para presenciarmos algo cruel. Mas, infelizmente existe uma forte inclinação no ser humano para gostar desse tipo de espetáculo.
abraços