sábado, 21 de março de 2009

Palmas


Palmas

Se fosse escrever algo sobre palmas de mãos preferiria as mãos delicadas de uma mulher, jamais as mãos calejadas de um trabalhador braçal, mãos, dedos palmas e unhas.
Há como se ver beleza nisso tudo, assim como se vê beleza até nos pés de uma bailarina, calejados e cansados, pés de quem voa com a música, a fêmea é sempre bela.
Palmas e palmos podem ser também medidas de quase qualquer coisa, desde o tamanho de uma mula preta, até a porção de comida que se deve ingerir.
Palmas são aplausos, carinhos riudosos do público satisfeito com o espetáculo, são afagos da mão da amada sobre o corpo durante a noite, e pela manhã.
Palmas desferem palmadas, agridem e estalam tapas no momento de raiva, na defesa de direitos, são gestos de liberdade, ou mera violência.
Mãos são punhos cerrados, ou conchas para servir punhados da ração contada e medida, porções da parca comida de muita gente.
Punhos são dedos cerrados sobre palmas, prontos para brigar, aptos a se defender, ou a atacar, tudo depende do lado que se está.
Eu prefiro ainda como no começo as mãos femininas, com delicadeza e maciez, ainda que se mostrem muitas vezes mais firmes que as grossas mãos de um homem qualquer.
Temos diante de nós um instrumento fantástico chamado mão, com ela fazemos milhares de coisas, podem ser boas ou não.
O aplauso pode ser falso, o carinho pode ser fingido, a agressão pode ser sem intenção, mas tudo que ela faz nasce na nossa mente, é executado, e tem efeito imediato.
A dor, o carinho, a falsidade, saem pelo nosso corpo e atingem seu alvo com grande precisão.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.



8 comentários:

Avassaladora disse...

Zisco, só inserindo a boca no contexto... mãos e bocas... Afagos e beijos... acho que se complementam...
Vou olhar só pelo lado gostoso...

Não quero pensar em bocas maltidas nem em mãos violentas!


Beijos e carinhos!

€ster disse...

Olá Zisco,


Gostaria de pedir sua ajuda para defendermos juntos a causa do "Movimento Natureza", o planeta geme e não podemos assistir de braços cruzados, se fizermos a nossa parte já será muito, mais detalhes em meu blog! Dá uma passadinha lá depois,

um abraço!

Zani disse...

Oi zisco.
Eu tbém prefiro as mãos carinhosas.
pois como disse Xico Xavier:
Além de emprestar equilíbrio
ao corpo,lembre-se de que
as mãos podem ,e devem
executar múltiplas atividades..
Lembre-se das mãos que abençoam.
Das mãos que lançam sementes.
Das mãos que aram a terra.
Das mãos que cumprimentam.
Das mãos que desbravam os caminhos.
Das mãos que abrem as portas.
Das mãos que indicam o caminho a seguir.
Depois pergunte-se a si mesmo :
"O que tenho feito das minhas mãos?

( Silvio Giacomelli-Psicografia de Francisco Xavier)
Um grande Abraço

€ster disse...

Hahhaha...

Zisco ri muito com o seu comentário lá no meu blog!

Todo mundo elogiando o trabalho do Edu e vc nadando contra a maré...kkk

Estou rindo, mas eu admiro sua autenticidade, esse 'não ter medo de falar o que pensa' é uma característica forte em vc, e eu gosto disso!

Veja bem, caricatura não é para mostrar a pessoa bonita e sim ressaltar o que ela tem de estranho..rs

Mas pensando bem, no fundo, gostei que pelo menos uma pessoa preferiu minha foto à minha caricatura!


bj,

€ster disse...

Hahaha... só vc mesmo Zisco!

'Seria linda do mesmo jeito'... Ufa!! hehe...

hummm... isso me faz pensar que sou só um pouquinho melhor que minha caricatura...kkk! Vc me faz rir muito...

Mírian Mondon disse...

Zisco!!! Voce merece esse premio, vou te indicar e voce nao vai ter como recusar! :)
Volte lá e pegue seu selo, faz favor. Meus leitores são todos humildes e vou ser obrigada a indicar rs

Abraço

Cristiane Marino disse...

Que texto maravilhoso, simples, verdadeiro e tocante...você escreve de uma forma tão gostosa que quando seu texto acaba fico com vontade de ler mais e mais!!!

beijos

teresinha brandão disse...

Uau, Mr. Misterioso! Lindo texto, hei?
Bjs, da nova amiga,
Tê!