domingo, 18 de janeiro de 2009

Árvores.


Árvores.

Sempre me dei muito bem com todas elas, são seres magníficos elas nos dão muita beleza, muita energia e muita vida.
Eu sou uma pessoa que gosta de animais, mas muito antes disso sempre adorei árvores, sempre as tive comigo, sempre as terei.
Antes de ter um cão tive um abacateiro, plantei o danado no quintal lá de casa, e ele cresceu, cresceu, cresceu, cresceu tanto que um dia quiseram cortá-lo, eu quase matei um nesse dia, mas seu tronco enorme foi cortado.
O abacateiro, no entanto, tem raízes que vão fundo e que se espalham, e ainda brotou, e voltou a crescer, crescer, crescer, crescer tanto que parecia que nunca tinha saído dali, acho que eu também sou assim ressurjo de qualquer resto de lembrança, e retomo minha força.
Tentaram matá-lo com ácido, secionaram as raízes e a casca do tronco para interromper o fluxo da seiva, mas nada adiantou, ele é duro de matar, e eu também sou.
Sempre me vi como uma árvore, sempre me identifiquei com a força e a persistência de vida deste meu amigo que me acompanha desde sempre, e sempre resisti e venci como ele.
Árvores são tudo o que há de belo, forte, e benigno na terra, pois dão vida a todos que solicitarem, não negam sua sombra, nem seus frutos a ninguém, e na batalha contra a violência e a morte insistem em brotar e dar seu testemunho de vida perene.
Traduzem em vida, a luz, a água e a terra que lhes são oferecidas, e tomam sabores variados, cores e texturas surpreendentes, fabricando para todos os outros seres viventes alimentos, conforto e beleza.
Ainda que sejam plantadas para se tornarem lenha, móveis, ou papel, seu legado é sempre o mais benigno, e sua vida a que menos tira e mais oferece a todos.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

6 comentários:

Notas e Notícias disse...

Retificando.
Obrigado pela correição. Não que eu tenha dito que vc Cortou

Como disse antes, infelizmente, a maioria pensa em destruir as árvores. Depois de todos esse sofrimento causado ao mesmo, pelos os outros ele conseguiu sobreviver e vai ainda dar frutos. Não é pra menos, se tornou realmente um símbolo da resistência. Parabéns a vc e Viva o abacateiro!

Abraço

Janaina Brum disse...

Olá, Zisco! O convite que me enviaste não abriu... não sei porque... se puderes mandar de novo...
Abraços, Jana

Esterança disse...

Que inveja, amigo!

vc aí nessa praia linda e paradisíaca, curtindo, e a gente aqui ralanndo :(

hehe.. curte mesmo e volte com a energias recarregadas!!

bjs =p

Cadinho RoCo disse...

As árvores são seres mágicos.
Cadinho RoCo

Esterança disse...

.
.
.
.

:(

Esterança disse...

Que bom que vc voltou!!!
.
.
.
:)