terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Ventania Bailarina



Ventania Bailarina



A ventania é o resumo do pleno movimento, a síntese da inquietação, na sua presença nada fica estático, ou inabalado.

Abalados e embalados por sua presença rítmica e musical, musica dos ventos, bailarina veloz e graciosa, vento de fogo, labareda solar.

Há quem chame a labareda que se desprende do sol de vento solar, um arroubo de poder tão grande e tão irresistível que só poderia assim mesmo ser chamado, uma ventania cósmica.

Conheço uma outra mulher ventania, que qual “O Pássaro De Fogo” de Stravinsky me encanta sobremaneira, é uma ventania bailarina.

Maldita seja a minha doce e saudosa infância ao som da suíte composta por Stravinsky, que sempre me encantou, malditos eruditos modernos, que tão bela música resolveram cultuar.

Bendita seja a ventania bailarina, caprichosa e mimada diva, que baila e revolve o ar, que enche nossos pulmões de vida , e que nos faz respirar.

A mulher ventania é como uma gata feroz, mais bela fica à medida que mais feroz se torna, sempre me encantei com as duas, e sempre admirei “O Pássaro De Fogo”, memórias que hoje fazem de mim uma pessoa feliz.

Ainda que sob a maldição por mim mesmo rogada sobre uma herança que me faz hoje escrever sobre tudo o que amo, mulheres, ventanias, música, e gatas ferozes, que esculpiram na minha carne o meu eu.

Passa como ventania a bailarina e com seus pés vai pisando a todos em seu caminho, e deixando seu rastro de beleza, e as marcas de suas pegadas pelo chão.

Passa uma ventania bailarina , como vento solar, chama que se desprende do sol e se precipita no mar, qual estrela, uma estrela do meu mar.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Um comentário:

Esther disse...

Caro Zisco!

Que coisa linda! Com esse texto maravilhoso vc descortina um leque de possibilidades e de sentidos,
consegue dar cores as palavras
e eleva para uma outra dimensão
a interpretação da mesma,

adorei,
prêmio mais do que merecido!!
Que vc continue exercendo a sagrada arte de escrever o que vai na sua alma com todo o encanto e verdade...